São Paulo tem 30% das escolas abaixo da média nacional no Enem

São Paulo sempre foi referência em educação para o país, sendo cede para algumas das melhores instituições do ensino superior da América Latina. Entretanto, recentemente uma pesquisa divulgada chocou os paulistas, revelando que possui 30% das escolas com a média abaixo do esperado, de acordo com a avaliação do Exame Nacional do Ensino Médio.

Mas o que isso quer dizer sobre a educação do estado e porque os índices são tão diferentes para os níveis de ensino médio e superior?

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) é um sistema avaliador do ensino médio no país e no inicio, esta era a sua única função. Com o passar dos anos, o exame deixou de ser somente um instrumento de avaliação do ensino, para se tornar o sistema distribuidor de  vagas da rede pública e privada.

O acontecimento do exame promove um dos concursos mais importantes do país, responsável por encaminhar os nossos jovens para o ensino superior. A partir dai os alunos podem se inscrever no SISU ou no PROUNI.

Entretanto, de acordo com índices que vêm sendo avaliados desde 2016 pelo Ministério da Educação, São Paulo teve uma participação menor que o esperado por parte dos estudantes do ensino médio no Enem.

As pesquisas revelam que os estudantes matriculados em instituições de responsabilidade da Secretária do Estado durante o Governo de Geraldo Alckimin do PSDB pouco tem se interessado em se inscrever para o Enem.

E por que isso tem acontecido?

A resistência dos alunos em participar do Exame Nacional do Ensino Médio, logo leva os índices a caírem e São Paulo está agora baixo de diversos estados por conta da diminuição de aprovação. Portanto, isto não chega a interferir de fato na qualidade e excelência do ensino no nível superior.

Acredita-se que o fenômeno acontece devido a falta de incentivo do poder público durante o ensino fundamental e o ensino médio, fazendo com que muitos não se inscrevam para a prova.

Apesar de o Governo estar disponibilizando o caderno do aluno 2020 para complementar os conteúdos dados em sala, ainda é necessário a utilização de mais recursos para incentivar os jovens.

De acordo com os dados, de cada 10 escolas avaliadas, três haviam ficado abaixo da média do Enem, e isto serviu como uma alerta para a manutenção do ensino nas escolas estaduais do país. Espera-se que esses índices possam ser convertidos muito em breve.